quinta-feira, 31 de maio de 2012

Chapada Diamantina: lá vamos nós! Rio de Contas

Instalamo-nos no camping (diária de R$ 15,00 p/p e, com café da manhã, R$25,00) que fica a 1,5 km do centro da cidade tendo um acesso para pedestre a partir dali.

Aproveitamos a tarde de sábado para uma faxina já muito necessária e a de domingo, para lavação de roupas.

DSC06450DSC06452

DSC06453

DSC06461

DSC01949

DSC06474

DSC06489

O empreendimento no estilo rústico é lindo, charmoso e bem transado nos mínimos detalhes. Possui apartamentos, chalés e área de camping (mais para barracas mas que também recebe MH).

Novamente a SKY não funcionou e, tampouco, qualquer canal da TV aberta. TIM e VIVO muito menos…

Assim nossa noite de sábado foi de muito papo com fundo musical romântico, um sauvignon blanc, camarão frito (sem óleo) e…

No domingo cedo fomos caminhando até o centro (1,5 km de subida mas na volta, só descida).

Rio de Contas

Rio de Contas fica a 600 km de Salvador e 1.200m acima do nível do mar no alto da Serra das Almas.

Outra bela surpresa foi conferir que esta linda cidade é SUPER LIMPA (inclusive nas ruas mais periféricas)!

Quem gosta das cidades históricas mineiras precisa conhecer esta que “nasceu com o nome de Poso dos Creolos, destino de escravos fugitivos do século 17. (…) os bandeirantes se aproveitaram de sua mão de obra para explorar o ouro da região. Como herança (…) ficaram o incrível conjunto de construções históricas, as ruas com calçamento pé de moleque e um trecho da Estrada Real- o caminho de pedras por onde o ouro era escoado.”

DSC01935

DSC01936

DSC01937

DSC01938

DSC01944

DSC01945

DSC06381

DSC06384

DSC06392

DSC06444

DSC06403

DSC06405

DSC06407

DSC06421

DSC06425

DSC06426

DSC06442

Na segunda-feira voltamos ao centro onde  o movimento normal de início da semana se fez notar…

Fomos até a Praça do Landim (ou Nova como a chamam os moradores) onde tem uma feira de Artesanato (Madeira, Metal e Madeira, Couro e Crivo Rústico). Suas proximidades, com certeza, convidam para se ficar de MH (e achamos que sem problemas).

DSC06531

DSC01957DSC01958

DSC06532

DSC06530

Na prefeitura o secretário de Turismo, Marcelo, nos atendeu destacando que Corpus Christi e Carnaval são festas imperdíveis (os álbuns de foto atestam isso) e nos deixou no MH uns adesivos da cidade.

DSC06430  DSC06515

DSC06509

   DSC06510                    DSC06512

Visitamos o Arquivo Público Municipal onde a competente e solícita Vanília nos apresentou um ‘serviço público’ de orgulhar a qualquer cidadão. O capricho também impera no lugar: parabéns!

No restaurante aconchego Renato experimentou (e gostou) a ‘palma’ tão comum na culinária local. O preparo tem seus segredos, mas feita com carne moída fica uma delícia.

DSC06563

Visitamos algumas pousadas do centro histórico e também nos impressionamos com seus espaços.  A fachada sugere algo pequeno mas a profundidade do terreno nos descortina amplos espaços e belas áreas de lazer. A Pérola do Vale (R. Adolfo Abreu, 78 fone: (0XX77) 3475-2191) foi a nossa favorita por aliar história, conforto, modernidade, limpeza e ser central.

DSC06520

DSC06521

Ainda no Largo do Rosário ao lado da prefeitura vimos uma placa: Museu Zofir e, sem maiores informações (nada consta nos guias, nem no local), entramos e vimos um pouco da admirável criação de um autodidata o “Fabuloso Zofir” nas palavras emocionantes de Walter Salles (Assim que tivermos acesso a uma boa '>'>'>'>internet esta será nosso primeira pesquisa, com certeza).

DSC06504

DSC06503

DSC06505

Ali pertinho mais uma preciosa relíquia orgulhosamente mostrada pelo filho do artista que construiu este  magnífico saxofone.

DSC06518DSC06519

Na Praça da Matriz, 625 fica a POUSO DOS CREOLOS – Viagens e Turismo (e artesanatos), passeios e trilhas (não por acaso igual ao primeiro nome de Rio de Contas) onde Fernando Pinto, com orgulho, nos diz que nasceu nesta casa e nos dá uma aula de turismo e nos presenteia um lindo adesivo da cidade (pousodoscreolos@gmail.com fone(77) 3475-2018).

Aos ‘coleguinhas da terceira idade’ avisamos que Rio de Contas tem hospital e uma ambulância do SAMU mas o melhor de tudo é a brisa constante que nos refresca de dia e embala nosso sono à noite…

RESUMINDO

“Rio de Contas onde a Chapada começou. As principais características da cidade são sua história, sua arquitetura e seu artesanato. Seu maior patrimônio é o conjunto arquitetônico tombado (…) como Monumento Histórico Nacional. (…) conhecida como capital do Circuito do Ouro se destaca pela preservação de seu belíssimo casario colonial, de suas tradições populares, a exemplo do Carnaval de Máscaras, animados com bandas de sopro , manifestações de Terno de Reis, Samba-de-Roda e quadrilhas juninas” (Alean Rodrigues – Folder oficial)

2 comentários:

  1. Show a maneira de vocês enxergarem!

    ResponderExcluir
  2. Que "Brasilzão" maravilhoso, uma aula de his´toria e cultura.

    Boa viagem !
    Familia Silva

    ResponderExcluir